sábado, 7 de julho de 2012

O CAMINHO PARA A FELICIDADE



O CAMINHO PARA A FELICIDADE
Por Mac Anderson e BJ Gallagher
7 de Julho de 2012


Quando eu viajo a trabalho, gosto de conversar com os motoristas de táxi que me levam do aeroporto ao meu hotel, ou a um centro de convenções, ou restaurante. Os motoristas de táxi são muitas vezes imigrantes com histórias pessoais interessantes e experiências culturais inusitadas.

Pergunto-lhes quanto tempo eles estiveram na América, como eles escolheram em que cidade viver, e o que eles mais gostam onde eles vivem. Naturalmente, eu lhes peço conselhos sobre bons restaurantes locais e atrações especiais que eles recomendariam a um visitante.

Tive ótimas experiências em minhas viagens, graças aos conselhos dos motoristas de táxi!
Em uma viagem há cerca de dez anos, eu estava conversando com o taxista, fazendo-lhe as minhas perguntas habituais sobre como ele veio morar onde vivia.

Então eu lhe fiz uma pergunta hipotética: “Se você pudesse viver em qualquer lugar do mundo e se o dinheiro não fosse um problema – onde você viveria?”

Sem hesitar nem por um segundo, ele respondeu: “Eu vivo em meu coração. Assim, realmente não importa onde o meu corpo viva. Se estou feliz interiormente, então eu vivo no paraíso, não importa onde seja a minha residência.”

Senti-me humilhado e um pouco tolo pela minha pergunta.
Naturalmente, ele estava certo – a felicidade é um trabalho interno.
Ele teve que me lembrar de algo que eu já sabia, mas que tinha esquecido.

Se você não puder encontrar a felicidade em seu interior, nunca irá encontrar no mundo exterior, não importa para onde mude. Onde quer que vá, lá está você. Você leva a si mesmo com você.

Sou grato pela sabedoria daquele motorista de táxi.
E sou grato por toda a sabedoria que outros têm compartilhado comigo sobre como ser feliz.



Fonte: http://world.simpletruths.com 
Traduzido por: Regina Drumond 
reginamadrumond@yahoo.com.br