sábado, 12 de maio de 2012

A BARCA E A TEMPESTADE



A BARCA E A TEMPESTADE


Até os mais distraídos já devem ter notado que nestes últimos tempos soprou um vendaval nas nossas vidas.

Nós, os intrépidos Viajantes do Tempo apanhámos "vento pela popa", e é ver-nos correr sobre as ondas do dia-a-dia com velocidade redobrada.

Adamus anunciou anteontem uma chegada eminente ao Planeta - começa dia 10 - de um "quantum" de energias sem precedentes.

Força, marinheiros, não há ventos que nos assustem, sobretudo porque como diz o ditado, «homem prevenido vale por dois».

Neste caso, o nosso aspecto Humano e a nossa Essência, juntos, abrirão os braços sem reservas para acolher as energias e deixarão o peito exposto sem temor aos ventos, numa entrega total, qual Kate Winslet na proa do Titanic.

A nossa âncora é a Essência dentro de nós, naquele espaço seguro e silencioso,  muito secreto e muito sagrado que se aninha dentro do nosso ventre. Aí não há ventos tempestuosos, nem ondas agitadas. Há sussurros e brisas calorosas, há afagos e carícias dum Amor Total.

O que é que temos de fazer?

Diz Adamus: «Respirem bem profundamente com essas energias. Elas vão estimular a mente e o corpo, trazendo energias potenciais para dentro deles e rejuvenescendo particularmente o corpo. Isto porque se vocês querem permanecer aqui na Terra, hão-de querer ter uma mente lúcida. Se quereis ficar aqui, haveis de querer entrar na vossa próxima vida muito fortes, soberanos, cheios de energia, abundantes - sem dúvida nenhuma - e também cheios de alegria».


É não opondo resistência aos acontecimentos que fluem melhor as energias.
É aceitando-as com toda a Compaixão, que colhemos insuspeitados benefícios.
É permitindo-nos passar para outras vidas dentro desta mesma vida, que encontraremos finalmente a VIDA.

Quero estar de olhos bem abertos neste próximo encontro com o vendaval.
Os desafios são cada vez mais estimulantes!... :))


Fonte: Blog Os Novos Mestres
Mensagem enviada por Thais Marzagão