domingo, 1 de abril de 2012

JESSICA COX - UMA HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO



JESSICA COX
UMA HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO
Por Luiza Gonçalves
Master Coach
Consultora em Desenvolvimento Humano





Há um tempo atrás conheci a História de Jessica Cox. Ela nasceu sem braços devido a uma enfermidade congênita. Sofreu muito com esta situação quando criança. Entretanto, decidiu reverter seu papel de Vítima para um papel de Vencedora.

Acreditou em si, em sua Força e em suas Capacidades.
Tomou a decisão de SUPERAR-SE
.

Hoje é graduada em Psicologia. Escreve 25 palavras por minuto utilizando os seus pés. Seca seus cabelos, aprendeu a maquiar-se e trocar suas lentes de contato. Dirige carros e, pasmem: AVIÕES. Usando apenas os pés. É titular de permissões para dirigir sem restrições. Com 26 anos e 1,55 metros de altura é a primeira mulher piloto na história da aviação que pilota sem braços.

Esta mulher inspiradora e heroína para muitos irradia Felicidade e um grande senso de humor. Além de ser uma oradora motivacional ela também tem sido incentivadora na Rede Internacional de Crianças Amputadas nos últimos 5 anos.

A Lição de Vida da Jessica é Geradora de Reflexão, Força e Motivação.

Suas atitudes de superação nos faz questionar os limites que estabelecemos para nós mesmos. Isto porque inúmeras vezes esquecemos QUEM SOMOS e do QUE SOMOS CAPAZES... Contabilizamos derrotas, fracassos, desilusões e entramos para o “piloto automático” que sempre nos sugere manter-nos em nossa “Zona de Conforto”.

Criamos Filtros Mentais e partimos para ações ou “não ações” coerentes com os mesmos e juramos que esta é A REALIDADE.

Permanecemos ignorantes do Poder que nos foi confiado e declaramos que a mudança que alguns Processos como Ho’oponopono, Coaching, Reprogramação Neuronal, Aconselhamento são “contos de fadas”, esoterismo, ilusão.

Que pena!
Conto de fadas e ilusão são nomes que deveríamos dar à maneira que insistimos em viver!...

Culpamos nossos pais, nossa família, nossos companheiros e companheiras, o Estado, o mundo e, o que é pior, culpamos a Deus por aquilo que podemos mas não nos permitimos Superar, Conquistar.

Repetimos insistentemente que Deus se esqueceu de nós. Ou então que devemos ter “aprontado muito em outras vidas e agora estamos PAGANDO”. Eu mesma, durante anos e anos repeti isto vezes sem conta.

Até que a necessidade de mudar minha vida e a vida dos meus filhos falou mais alto que a Crença nisto.

Depois de vivenciar situações não muito prazerosas e TER que mudar entendi que, na maioria das vezes, a gente só busca sair do “piloto automático” quando não há outra opção. A vida nos empurra pra fora da Zona de Conforto. A dor que ela nos causa se torna insuportável.

No limite, buscamos outras situações.
Deus do Céu: no limite buscamos outras situações!...
Por que esperar chegarmos no limite?

Por que não buscar Crescer, Superar e assim, ser muito mais feliz e realizado(a)?

“QUE PARTE DE MIM QUE DESCONHEÇO É QUEM ME GUIA”?

Insistimos em não ver a culpa em nós mesmos no AGORA e não em outras vidas e não em outras pessoas e situações.

“Zona de Conforto”: que nome mais estranho para simbolizar um estado onde não há nada de confortável, de prazeroso. Muitas vezes permanecer nesta área nos traz inúmeras insatisfações e provoca em nós tristezas profundas. Mas ela nos é conhecida. Sabemos que o desconhecido é, muitas vezes um risco que não estamos dispostos a encarar pois sempre duvidamos das capacidades que nos foram concedidas por AQUELE QUE TUDO PODE.

Eu li uma vez que duvidar, ter medo é dizer em alto e bom som que o Deus que eu prego é uma MENTIRA. Se o Deus que eu digo acreditar TUDO PODE e se Ele nos enviou seu Filho para dizer que SOMOS DEUSES onde está a nossa Fé?

O medo é o oposto da Fé.
Ele nos declara que NÃO SOMOS CAPAZES.
Quanta ilusão insistimos em manter.

Você já parou pra contabilizar suas Vitórias?

Você se lembra (principalmente em momentos difíceis) das vezes que você superou todas as expectativas e alcançou o Alvo Desejado?

Você já parou para analisar o que levou você a se superar?
O que pensou?
Como sentiu?
Que posturas corporais assumiu?
EM QUE ACREDITOU?

Se somos tão capazes no criar fracassos e derrotas somos igualmente capazes de criar Sucesso e Felicidade.

Se alimentamos tantas crenças limitantes podemos criar e alimentar Crenças Fortalecedoras.

Como "Crenças são PROFECIAS AUTO-REALIZÁVEIS" precisamos estar atentos à tudo que manifestaremos através das nossas. Mudar o pensamento e, principalmente as emoções gerará mudanças em nossos corpos, em nossas mentes, em nossas Vidas.

Que dor você está associando ao ato de MUDAR?

Será que “o permanecer onde está” não lhe traz dores muito maiores do que aquelas que você imagina sentirá ao arriscar-se a construir uma Nova História para a sua Vida?

O Exemplo de Vida de Jessica nos chama a atenção para isto. Suas declarações nos fazem sentir o quanto estamos enganados quanto às nossas Capacidades.

Ela poderia ter permanecido como Vitima pois isto seria “mais fácil”. Mas, indiscutivelmente não teria hoje tanto orgulho de si mesma. Não viveria emoções tão prazerosas por acreditar em seus Dons, em sua Capacidade.

Suas declarações calam fundo em nossas almas e corações:

- “Há um medo Universal na gente. É o temor da insuficiência e da falta de Fé em nós mesmos”.

-“Não tenho braços, mas não é isso que determina até onde eu posso chegar”!

E a Você?

O que te faz falta para “tocar” o Céu?

Depois de conhecer esta História, Você ainda acredita que o mundo conspira contra Você?

Que desculpas encontrará para permanecer em sua Zona de Conforto?

Depois de analisar tantas superações de uma mulher como Jessica, Você ainda acredita em vilões externos que o(a) impede de realizar seus Objetivos?

Superação é escolha!

"Quem tem um PORQUÊ enfrenta qualquer COMO"!