domingo, 4 de março de 2012

AOS TRABALHADORES DA LUZ


 


TRABALHADORES DA LUZ
Jeshua
Canalizado por Pamela Kribbe



A IDENTIDADE DO TRABALHADOR DA LUZ

Os Trabalhadores da Luz são almas que possuem o forte desejo interior de difundir Luz (conhecimento, liberdade e amor) sobre a Terra. Eles sentem isso como sua missão.

São freqüentemente atraídos para a espiritualidade e para algum tipo de trabalho terapêutico.

Devido ao seu profundo sentimento de missão, os Trabalhadores da Luz sentem-se diferentes de outras pessoas.

Ao experimentarem diferentes tipos de obstáculos em seus caminhos, a vida os estimula a encontrar seu caminho próprio, único.

Os Trabalhadores da Luz quase sempre são indivíduos solitários que não se adaptam às estruturas sociais estabelecidas.

Uma observação sobre o conceito de “Trabalhador da Luz”:

A expressão “Trabalhador da Luz” pode provocar mal-entendidos, já que diferencia um grupo particular de almas, do resto. Além disso, pode parecer sugerir que este grupo particular é, de algum modo, superior aos outros, por exemplo, àqueles “não Trabalhadores da Luz”.

Toda esta linha de pensamento está em desacordo com a própria natureza e objetivo do trabalho da Luz. Permitam-nos expor brevemente o que há de errado nisso.

Primeiro, pretensões de superioridade geralmente não são iluminadas. Elas bloqueiam seu crescimento em direção a uma consciência livre e amorosa.

Segundo, os Trabalhadores da Luz não são “melhores” nem “superiores” a ninguém. Eles simplesmente têm uma história diferente daquela dos que não pertencem a este grupo. Graças a esta história peculiar, que discutiremos mais adiante, eles têm certas características psicológicas que os distinguem como um grupo.

Terceiro, toda alma chega a ser um Trabalhador da Luz em determinada etapa do seu desenvolvimento. Portanto, a qualificação “Trabalhador da Luz” não está reservada para um número limitado de almas.

A razão pela qual utilizamos o termo “Trabalhador da Luz” – apesar dos possíveis mal-entendidos – é porque ela traz associações e agita memórias dentro de vocês que os ajuda a recordar.

Também há uma conveniência prática, já que este termo é freqüentemente usado em sua literatura espiritual corrente.

RAÍZES HISTÓRICAS DOS TRABALHADORES DA LUZ

Os Trabalhadores da Luz trazem consigo a habilidade de alcançar o despertar espiritual mais rapidamente que outras pessoas. Eles carregam sementes internas para um rápido despertar espiritual. Por causa disso, parecem estar numa via mais rápida que a maioria das pessoas, se assim escolhem.

Mais uma vez, isto não acontece porque os Trabalhadores da Luz sejam de algum modo almas “melhores” ou “superiores”. No entanto, eles são mais velhos que a maioria das almas encarnadas na Terra atualmente. Esta idade “mais velha” deve ser entendida, de preferência, em termos de “experiência”, mais que de “tempo”.

Os Trabalhadores da Luz alcançaram um estágio particular de iluminação, antes de encarnarem na Terra e começarem sua missão. Eles escolheram conscientemente envolver-se na “roda cármica da vida” e experimentar todas as formas de confusão e ilusão que fazem parte dela. Fizeram isto para compreender completamente “a experiência da Terra”. Isto lhes permitirá cumprir sua missão.

Só passando, eles mesmos, por todos os estágios de ignorância e ilusão, é que eles possuirão finalmente as ferramentas para ajudar os outros a alcançar um estado de verdadeira felicidade e iluminação.

Por que os Trabalhadores da Luz perseguem esta missão sincera de ajudar a humanidade, mesmo correndo o risco de se perderem, durante eras, na densidade e confusão da vida terrestre?

Esta é uma questão da qual nos ocuparemos extensivamente mais adiante. Agora, diremos apenas que isto tem de ver com um tipo de carma galáctico.

Os Trabalhadores da Luz presenciaram a véspera do nascimento da humanidade na Terra. Eles fizeram parte da criação do homem. Foram co-criadores da humanidade. Durante o processo de criação, eles fizeram escolhas e agiram de formas que mais tarde vieram a lhes causar um profundo arrependimento. Eles estão aqui agora para reparar suas decisões de então.

Antes de entrarmos nesta história, citaremos algumas características das almas Trabalhadoras da Luz, que geralmente as distinguem de outras pessoas. Estes traços psicológicos não pertencem exclusivamente aos Trabalhadores da Luz e nem todos os Trabalhadores da Luz os reconhecerão como seus.

Ao apresentarmos esta lista, simplesmente queremos dar um esboço da identidade psicológica dos Trabalhadores da Luz. Quanto às características, o comportamento exterior é menos importante do que as motivações internas ou intenções sentidas.

O que vocês sentem por dentro é mais importante do que o que mostram externamente.

CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS
DOS TRABALHADORES DA LUZ

1. Desde cedo em suas vidas, eles sentem que são diferentes. Quase sempre, sentem-se isolados dos outros, solitários e incompreendidos. Freqüentemente tornam-se individualistas e têm que encontrar seus próprios caminhos na vida

2. Eles têm dificuldade para se sentir à vontade em empregos tradicionais e/ou em estruturas burocratas. Os Trabalhadores da Luz são naturalmente antiautoritários, o que significa que resistem naturalmente às decisões ou valores baseados somente em poder ou hierarquia. Este traço de antiautoritarismo está presente mesmo entre os que parecem tímidos e envergonhados. Ele está relacionado com a própria essência da missão deles aqui na Terra.

3. Os Trabalhadores da Luz sentem-se atraídos para ajudar as pessoas, como terapeutas ou como professores. Podem ser psicólogos, curadores, professores, enfermeiros, médicos, etc. Mesmo que a sua profissão não esteja diretamente relacionada com ajudar pessoas, sua intenção de contribuir para o bem-estar da humanidade está claramente presente.

4. Sua visão da vida é colorida por um sentido espiritual de como todas as coisas estão relacionadas umas com as outras. Consciente ou inconscientemente, eles levam dentro de si memórias de esferas de luz não terrestres. Podem – ocasionalmente – sentir saudades dessas esferas de luz e sentir-se como um estranho na Terra.

5. Honram e respeitam profundamente a vida, o que freqüentemente se manifesta como afeição pelos animais e preocupação com o meio ambiente. A destruição de partes do reino animal ou vegetal na Terra pela ação do homem evoca neles profundos sentimentos de perda e aflição.

6. São bondosos, sensíveis e empáticos. Podem sentir-se incômodos ao se defrontarem com um comportamento agressivo e geralmente têm dificuldade para se defender. Podem ser sonhadores, ingênuos ou profundamente idealistas, assim como insuficientemente “enraizados”, isto é, não ter os pés na terra. Como eles têm facilidade para captar sentimentos e humores (negativos) das pessoas que os rodeiam, é importante que possam, regularmente, passar algum tempo a sós. Isto lhes permite distinguir entre seus próprios sentimentos e os das outras pessoas. Necessitam de momentos de solidão para recuperar a própria base e estar em contato com a mãe Terra.

7. Eles viveram muitas vidas na Terra, nas quais estiveram profundamente envolvidos com a espiritualidade e/ou religião. Estiveram presentes, em grande número, nas velhas ordens religiosas do seu passado, como monges, monjas, ermitães, psíquicos, bruxas, xamãs, sacerdotes, sacerdotisas, etc. Foram os que construíram uma ponte entre o visível e o invisível, entre o contexto diário da vida terrestre e os reinos misteriosos de pós-vida, de Deus e dos espíritos do bem e do mal. Por desempenharem este papel, muitas vezes eles foram renegados e perseguidos. Muitos de vocês foram sentenciados à fogueira devido aos dons que possuíam. Os traumas das perseguições deixaram profundas marcas na memória de suas almas. Isso pode manifestar-se atualmente como medo de estar completamente enraizado, isto é, medo de estar realmente presente, porque vocês se lembram de terem sido brutalmente atacados por serem quem eram.

PERDER-SE: O PERIGO PARA O TRABALHADOR DA LUZ

Os Trabalhadores da Luz podem estar presos nos mesmos estados de ignorância e ilusão que qualquer outra pessoa. Embora comecem de um ponto de partida diferente, a capacidade deles para romper o medo e a ilusão, com o propósito de alcançar a iluminação, pode ser bloqueada por muitos fatores.

(Por iluminação, queremos dizer o estado no qual vocês compreendem que são essencialmente da Luz, capazes de escolher a luz em qualquer momento).

Um dos fatores que bloqueiam o caminho da iluminação para os Trabalhadores da Luz é o fato de terem uma pesada carga cármica, que pode levá-los a se extraviarem por bastante tempo.

Como afirmamos anteriormente, esta carga cármica está relacionada com decisões que eles tomaram com relação à humanidade em suas etapas iniciais. Foram decisões essencialmente desrespeitosas para com a vida. Todos os Trabalhadores da Luz que vivem agora desejam corrigir alguns de seus erros passados e recuperar e cuidar do que foi destruído por causa disso.

Quando os Trabalhadores da Luz completarem seu caminho através da carga cármica, isto é, quando liberarem todo tipo de necessidade de poder, compreenderão que são essencialmente seres de luz. Isso lhes permitirá ajudar outras pessoas a achar seu próprio ser verdadeiro. Mas primeiro eles mesmos têm que passar por esse processo, o que geralmente exige grande determinação e perseverança no nível interno.

Devido aos valores e julgamentos neles incutidos pela sociedade, os quais freqüentemente vão contra seus próprios impulsos naturais, muitos Trabalhadores da Luz se perderam, terminando em estados de desconfiança de si mesmos, auto-negação e, inclusive, depressão e desesperança. Isto porque eles não conseguem se adaptar à ordem estabelecida e concluem que deve haver algo de terrivelmente errado com eles.

O que os Trabalhadores da Luz têm que fazer, neste ponto, é deixar de procurar validação externa, através de pais, amigos ou da sociedade.

Em algum momento, você (que está lendo isto) terá que dar o salto para a verdadeira autorização, o que significa realmente acreditar em si mesmo e verdadeiramente honrar suas inclinações naturais e seu conhecimento interior, agindo de acordo com eles.

Nós o convidamos a fazer isso e lhe asseguramos que estaremos com você em cada passo do caminho – exatamente como você, num futuro não distante, estará aí para ajudar outros em seu caminho.

JESHUA

© Pamela Kribbe
Tradução para o português: Vera Corrêa


TRABALHADORES DA LUZ
Uma mensagem de Hillis Pugh
23 de Fevereiro de 2012.


Sejam gratos neste dia aos Trabalhadores da Luz!

Os Trabalhadores da Luz são almas mais antigas com um propósito de trazerem a paz, o amor, a harmonia e o equilíbrio à Terra. Elas trazem consciência a si mesmos e aos outros. A tarefa de um Trabalhador da Luz é escolhida, como todos os outros papéis experienciados na vida.

Entretanto, os Trabalhadores da Luz tiveram muitas lutas em vidas passadas e na atual, de energias sem apoio. As energias não sustentadoras os fizeram falhar, muitas vezes eles desistiam, se rendiam, ou praticavam o seu trabalho em silêncio.

Agora com as energias transformadoras que estamos atualmente experienciando, cada trabalhador da luz é firmemente apoiado em seu papel de trazer mais Luz na Terra.

A questão agora é: Como continuamos a apoiar o Trabalhador da Luz?

Como vocês identificam um Trabalhador da Luz?

Um Trabalhador da Luz mantêm muitas características, algumas delas são a timidez, a humildade, a resistência, etc. Apenas estas características não fazem um Trabalhador da Luz. Estas são as pessoas que se doam de inúmeras formas e às vezes não se sentem merecedoras das recompensas que lhes são dadas a partir do seu trabalho.

A razão para este sentimento de ser indigno vem a partir das energias não sustentadoras. As energias universais de uma vida passada ou de uma vida atual recente, não apoiaram a compaixão e o amor dados a partir do trabalho praticado.

Nós criamos um mundo/sociedade com uma natureza competitiva e agora nós, como humanidade vemos que a vida de uma maneira competitiva não mais nos serve; estamos agora nos movendo para o espaço da cooperação e da compaixão.

Com este sentimento de indignidade, os Trabalhadores da Luz e as suas obras frequentemente passam despercebidos. Não se trata de assumir o crédito pelo trabalho: trata-se de resplandecer a luz no caminho para cada indivíduo, para torná-los conscientes de si mesmos.

Estamos agora nos movendo para um espaço onde mais e mais pessoas estão se tornando conscientes de si mesmas através da própria curiosidade.

Quando somos curiosos, então nos interiorizamos mais e mais para encontrarmos a luz interior, ou simplesmente ligamos o interruptor da luz.

A luz no ser não se acende instantaneamente. Pensem nisto como um regulador para iluminação. A Luz acende e se torna mais brilhante gradualmente, com mais autoconsciência.

Como nos tornamos mais autoconscientes?

Através de nossa vida, nós escolhemos um caminho para nos tornarmos conscientes e recordarmos o nosso propósito. Cada alma tem mais do que um propósito. Seja qual for o propósito que escolhermos neste momento, é o nosso propósito, entretanto há um propósito maior e este é experienciar o ser através do ser.

Sim, nós somos seres humanos, sim, somos almas, entretanto, somos ainda Divinos experienciando em múltiplas formas e vidas. Somos a luz de Deus, a Fonte de toda a Criação, experienciando em muitas facetas.

Uma citação vem à mente:

Se você manifestar o que está dentro de você o que você manifestar o salvará. Se não manifestar o que está dentro de você, o que você não manifestar o destruirá"
(Evangelho de São Tomé)

Tudo o que temos a fazer é nos interiorizarmos no que é necessário e desejado.

Frequentemente nós recorremos a fontes externas para nos alimentarem, alimentarem a nossa alma. Então devemos perguntar pelo que estamos “famintos”. Está certo buscarmos fontes externas, contanto que estejam alinhadas com as internas. O resultado seria o nosso próprio reflexo.

Somos frequentemente o nosso próprio reflexo, através do convite de orientação e do auxílio dos outros. Quando chegam as respostas ou o auxílio, é exatamente o que foi pedido para nos ajudar a crescer.

Entretanto, podemos recusar a orientação ou o auxílio por medo.

Lembrem-se, se permanecermos em um estado de proteção, como podemos crescer e cuidarmos de nós mesmos e dos outros?

Pensem nisto desta maneira... a vida das plantas ao nosso redor. Durante os meses da primavera e do verão, toda a vida cresce, nutre e desabrocha. Durante o outono ela começa a se transformar para se proteger de si mesma (isto é, a natureza), e finalmente, durante os meses do inverno, ela fica protegida, preparando-se para florescer de novo.

Vocês podem imaginar uma terra improdutiva, durante todo o ano se protegendo? Onde está a beleza disto?

A beleza está em nossa alma, sempre girando o interruptor para estar mais brilhante e mais autoconsciente.

Eu direi: “Houve momentos pessoais em que eu temi deixar a luz brilhar em mim e ainda trabalhando na liberação disse ao medo: Minha pergunta pessoal é? Do que eu tenho medo?”

Sinto que todos temos esta pergunta de vez em quando. Sei que a um nível espiritual eu estou preparado, mas o meu cérebro físico está no caminho, processando informações, levando a outras questões.

Peço que todos trabalhem em liberar o estado de proteção e aceitem a Luz que já somos.

Cada alma é um Trabalhador da Luz, porque todos viemos, fomos feitos e prenchidos com a Luz. Invocamos a luz em nosso interior diariamente para servir ao nosso propósito, levar-nos ao longo do dia, e levarmos a energia do amor aos outros. Ao conhecermos este aspecto do ser, vivemos a nossa verdade. Verbalmente, a nossa verdade é diferente, entretanto, a energia e o sentimento são os mesmos.

Quando vivemos a nossa verdade como um Trabalhador da Luz, despertando para si mesmo, e sendo um reflexo para os outros, honramo-nos e a Energia que nos criou.

Sejam gratos neste dia e em todos os dias pela luz que levamos para transformar a vida.

Sejam gratros neste dia e em todos os dias pela luz que ressoa com cada alma para compreendermos quem somos.

Sejam gratos neste dia e em todos os dias para honrar a si mesmo e aos outros ao compartilhar a Criação a partir da Unidade.

UM DIA DE AMOR

Retorno do lar
Espaço de Luz
Reentro no corpo para me levar
Desperto com a respiração e com vigor
Conheço o propósito do dia:
O Amor.
Desperto com um sorriso que se estende por todo o rosto
Sabendo que este dia está cheio de facilidade e graça
Tudo tem o seu espaço
Sei para onde vou
Sei de onde eu pertenço
Sei que este desejo de propósito é realizado.

Caminho com alegria e razão
Uma dinâmica contínua
Uma consciência no fundo da alma vem à superfície
Uma luz que resplandece, emanando do corpo

Vejo e sinto o amor
Respiro o amor
A energia de toda a criação, de toda a manifestação

Retorno ao espaço do sono
Para atingir o estado desperto
Olhos fechados
Alma aberta
Coração cheio de amor
O amor sou eu
O amor somos nós
O amor é uno
O amor está presente
O amor é uma entidade
O amor é infinito
O amor é do dia

Fonte: http://www.thankyouthursday.blogspot.com/
Mensagem enviada por Sonia Brilha


VIDEO: VIAJANTE DAS ESTRELAS


LINK YOUTUBE


VIDEO: A PEQUENA MENINA DAS ESTRELAS


LINK YOUTUBE


LUZ,  À TODOS OS TRABALHADORES DA LUZ!